CORAÇÃO DE PEDRA

Quantas vezes ouvimos esta expressão “agora meu coração é de pedra, ninguém mais vai me fazer sofrer”. Se as pessoas soubessem o significado e o poder destas palavras nunca as diriam. Porque quando revestimos o coração em pedra, isto é, o selamos achando que assim nunca mais sofreremos ou sentiremos tanta dor que invada ate a alma, que dói tanto que achamos que não vamos suportar e somente Deus com seu Santo Espírito nos confortam e fazem do tempo o remédio para amenizar e manter adormecido o sofrimento.

deixe Deus trocas este coração por um coração novo e restaurado, prnto pra ser feliz como você jamais foi até agora…Aceita?

Se pudéssemos desenhar “um coração de pedra” esta seria a aparência real dele, pois apesar das pessoas se iludirem achando que estão vacinadas e imunes a sentimentos, sabe que na realidade seu coração esta partido, ferido e remendado. Assim colocam uma capa de pedra para enganar a si mesma e a quem esta em sua volta (amigos + família), e esquecem que podem mentir para todos, mas não podem enganar a Deus que tudo sabe e tudo vê.

Quando as pessoas se fecham, elas também fecham as oportunidades de serem felizes e as bênçãos começam a passar em sua frente, mas não conseguem ver e nem segurar. Ficam segas e não conseguem enxergar, se arrepender e permitir que o Senhor sane as feridas e dê um coração novo, puro e perfeito.

Mas quando paramos de agir sozinhos e deixamos de nos fechar e de nos esconder, mas rasgamos nosso coração e abrimos nossa boca para Deus, percebemos que neste momento deixamos de agir e quebramos e rasgamos a película da ilusão, Deus começa a agir e Ele restaura e grita em seu coração, “a glória da segunda casa será maior do que a primeira”. E assim como o templo foi recosntruído, Papai irá reconstruir e restituir a ponte da felicidade para você, derramando em sua vida a vitória e a benção que tanto busca. Tomando posse de um coração novo, puro, lindo, abençoado, feliz, restaurado e pronto para ser amado e cheio dos frutos das gloria e das alegrias e Cristo Jesus. Para isto, basta você se dar a oportunidade de ser feliz.

“E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. E habitareis na terra que eu dei a vossos pais e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus. E livrar-vos-ei de todas as vossas imundícias; e chamarei o trigo, e o multiplicarei, e não trarei fome sobre vós. E multiplicarei o fruto das árvores, e a novidade do campo, para que nunca mais recebais o opróbrio da fome entre os gentios.” (Ezequiel 36: 26 a 30)

O grande sinal de que Deus quer agir em sua vida é quando acontecem pequenos ou grandes sinais que despertam a lembrança e tudo que esta adormecida e oculto trazendo de volta à tona, de forma forte e viva em nosso coração a alegria e a vontade de ser feliz.

rumo a vida nova com Deus

Se Deus esta agindo em seu coração, O deixe agir, receba a benção em nome de Jesus e glorifique. Deus quer te abençoar, quer te dar um novo coração, quer te fazer feliz e próspero, mas a decisão final é e sempre será sua. Você tem o livre arbítrio para decidir qual caminho seguir: se vai sofrer pelo resto da vida com a ferida; ou se vai tomar a decisão certa, de abrir e rasgar seu coração e sua alma e deixar Deus agir, sanando as dores e retirando todo medo. Segure firme e tomar a benção da vitoria em suas mais, pois “em cristo Jesus somos mais do que vencedores”.

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

Saudade e sua força

Muitos falam desta palavra como se realmente a conhecesse, mas na realidade ela é muito mais forte do que parece. Em minha opinião é um dos sentimentos mais fortes, mais motivadores, mais destruidores e um dos maiores reconstrutores e confortantes.

saudade pode lhe trazer a força pra continuar a escrever sua história com a ajuda do Senhor.

Só sentimos saudade do que nos faz bem, só sentimos saudades do que nos marca profundamente, ultrapassando a barreira da realidade e atingindo a alma, só sentimos saudade quando desejamos de todo o nosso coração e com todas as nossas forças lutamos para reconquistar.

Contudo os poderes da saudade poucos conhecem que podem vir para o bem ou para o mal. Podendo ser fonte de dor e desespero quando não podemos voltar à trás ou agindo para o bem impulsionando e inspirando a lutar, dando forças para lutar e recuperar o que sente saudades.

Na forma destruidora ela age fazendo a pessoa esquecer-se de si e se entregar ao desejo da morte, pois sente que a falta (saudade) é tão grande que não poderá agüentar sozinho. Tem vezes que a saudade bate tão forte que ate mesmo as lágrimas faltam, ouvem-se apenas gemidos e sussurros, clamando ao Senhor que faça parar ou que faça passar rápido o tempo de espera. Somente aqueles que já estiveram dentro do deserto assim como eu sabem do que estou falando.

Mas o melhor de tudo, é que a saudade tem uma força ainda maior, uma força para o bem, pois ela pode impulsionar um sentimento tão forte que somente quem vive consegue entender. Na maioria das vezes ela começa a ser percebida e manifestada dentro do deserto, onde as lágrimas são colhidas por Deus e seu Santo Espírito nos alimenta com esperança no meio do sofrimento, onde os olhos se abrem e vem à lembrança toda a alegria, todo o amor e a felicidade que somente a saudade pode nos recordar, ter saudade é sentir falta daquilo que nos faz ou fez mais felizes e por isto nos impulsiona a lutar e a vencer, a criar expectativas, reunir forças sobre humanas e guerrear por aquele ou aquela que a saudade gritou em nosso coração também gritou que ele ou ela é a única forma de felicidade, mas na realidade A ÚNICA FELICIDADE REAL É CRISTO EM NÓS…

Ter saudade é saber que ama e que dói quando lembramos, ter saudade é motivo para reconquistar segurar firme com as mãos, agarrar com tal força as oportunidades para que nunca mais venha a sentir saudades e desta forma, transformar a saudade em felicidade, a perda em reconquista, a tristeza em alegria, e a falta em amor.

Se você nunca sentiu esta saudade, é porque você nunca amou, porque quem ama sente, quem ama tem saudades….

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

Edificando a casa na Rocha

Já ouvi muitas pessoas falando que a sua casa esta edificada na rocha, fazendo menção ao texto bíblico descrito em Mateus 7: 21 ao 27. Mas você já parou para meditar e refletir neste texto? Fez comparações com o cotidiano de sua vida e das pessoas que você conhece?

casa sobre a rochaAcredito que reclamar é um dom (ou defeito) que todas as pessoas têm. Isto porque sempre achamos que as nossas lutas são mais difíceis, nossos problemas são maiores, nossa tristeza é maior, nosso deserto é mais longo.
E quando tentamos mostrar o outro lado da moeda, sempre ouvimos um corte seco e curto com as frases: “você não entende, você não sabe, quero ver se fosse com você”… O que traduzindo significa: eu não sei porque estou passando por isto, estou perdido e não sei o que fazer, sinto que minha luta e minha dor é maior do que a de qualquer um…

E digo que esta tradução pode ser verdade, a sua verdade, porque cada um de nós temos um limite de pressão física e psicológica, somos soberanos em nossa individualidade, por isto cada um tem uma forma de passar pelas situações. Como exemplo, se numa firma são demitidos 10 pessoas, cada uma delas vai se portar e encarar de forma diferente… um vai chorar dias, outro meses, outro vai encarar como uma oportunidade, outro vai buscar uma recolocação rapidamente, outro tentara entender o que aconteceu, outro buscara contar à família com o menor impacto possível e outro vai direto se alcoolizar. Em resumo, encaramos de formas diferentes as mesmas situações e cada um tem seu tempo para absorver, vencer e continuar caminhando.

Voltando ao texto..

“Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;
E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.
E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;
E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.” Mateus 7: 21 ao 27

Observem que a diferença básica entre os dois texto é a parte em negrito, mais especificamente a palavra não. Isto porque todos passaram pela mesma situação:
– Chuvas: são problemas esperados ou não que batem à nossa porta;
– Rios: são as grandes lutas e tribulações como doenças, desemprego, vícios, desilusões, rompimentos…podem ser sentimental, psicológica ou física
– Ventos: esta é a que mais do, são as fofocas, difamações, humilhações trazidas pelos ventos os sussurros das línguas que nos magoam, maltratam e ferem mais do que uma espada…
– Combateram a casa: isto porque não existe problemas específicos que so acontecem com este ou com aquele. O texto é claro ao afirmar que as duas casas sofreram a mesma luta e passaram pelos mesmos problemas, tanto faz ricos ou pobres, inteligentes ou não, culto ou não, crente ou não, que tenha fé ou não… Todos estamos sujeitos às situações da vida que batem à nosso porta a todo momento.

Mas a existe uma grande diferença entre cair ou ficar de pé, a palavra não se refere àqueles que têm para onde correr quando a luta esta difícil, e isso não significa que deixarão de lutar, mas sim que não estão mais sozinhos, que tem um Deus vivo, a Rocha viva, o Leão da tribo de Judá que olha e intercede por todos aqueles que n’Ele confiam. Deus nos dá forças para que, como uma família, possamos orar uns pelos outros, usar as ferramentas que nos foi dada para fortificar nossa alma e nossa fé (jejum, oração, consagração e meditar no que a Bíblia diz) e assim iremos perseverar e vencer as adversidades.

Em resumo, a diferença entre a casa estar de pé ou não está na atitude que você terá quando a chuva, o rio e o vento vier. Se ficar parado, a casa poderá ser destruída, mas se levantar a cabeça e lutar reforçando as janelas, os alicerces, os telhados e estocando alimento (espiritual), tenha certeza que o Senhor nosso Deus lutará ao seu lado, e você “será mais do que vencedor em Cristo Jesus”.

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

Ter fé..uma atitude necessária

Muitas vezes nos deparamos com pessoas que  vão à igreja e não conseguem perceber   a presença de Deus. Se consideram meros  freqüentadores que estão ali para assistir  e não para participar, que Deus olha  para todos, de menos para eles, e reclamam e reclamam e só lamentam.   O mais triste, é que estas pessoas  são comuns em nossas igrejas. Elas não  conseguem sentir a presença e o toque  de Deus. Elas estão sedentas e se encontram ao  lado da fonte de águas vivas, mas  não conseguem beber dessa fonte. Isto acontece porque  estão cegas, não conseguem enxergar a  benção de Deus sendo servida em suas  mãos, e assim não tomam posse.

Saibam que mesmo assim, a glória de  Deus é tão maravilhosa, que mesmo os  cegos na fé, podem participar das bençãos grandiosas do  Senhor usando seus outros sentidos, e o milagre será realizado e  seus olhos espirituais abertos, e assim  enxergarão que, hà muito tempo deixaram de  ser apenas mais um na multidão, pois no  momento em que levantam suas mãos e  se entregam a Jesus, se tornaram filhos  de Deus e herdeiros de suas promessas.  Quando alguém  na igreja me diz  que não consegue enxergar a glória de  Deus, eu lhe faço apenas uma pergunta:  Como fica seu coração quando canta os  hinos ou quando esta na igreja?
Em paz…me respondem. Então eu afirmo:  este é o primeiro milagre que não  consegue enxergar, agora abra seus olhos  e continue bebendo da água viva e  se alimentado da palavra de Deus. Queridos, para ser abençoado é preciso  se entregar, abrir os olhos e acreditar.
Em resumo é ter fé, pois somente  Deus pode abençoar, confortar os corações  e alegrar a alma em Cristo Jesus.
Autor: Gleidson Rocha Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

O QUE É O JEJUM ?

O que é o jejum? Para que serve? Por que temos que fazer? Quantas vezes estas perguntas martelam nossa cabeça, e confundem nosso entendimento? Diria que muitas vezes. Mas hoje falarei um pouquinho deste momento tão importante que fortifica nossa fé e nosso espírito.

Primeiramente, é necessário saber e entender que o jejum é uma das mais importantes armas (leitura da bíblia, oração, jejum e louvores) para nossas vitórias nas constantes lutas espirituais. E tem como finalidade o quebrantar nossos corações e o orgulho humano, e deve ser realizado em secreto (de preferência com sorriso no rosto); honrar a Deus; humilhar-se; e como período de preparação para as batalhas espirituais. O jejum é um aprendizado. 

Podendo ser:

JEJUM RITUAL: praticado regularmente, com objetivos ritualísticos, característica da lei e prática judaica e de outras religiões: Lv 16.29-31.

JEJUM ESPONTÂNEO é o que normalmente utilizamos: sempre acompanhado de orações, tendo somente objetivos especiais. Ele deve ser sempre secreto.

Desde os tempos remotos, muito antes do nascimento de Cristo, quando as pessoas necessitavam de uma grande benção, ou passam por grandes tribulações, ou por arrependimento (perdão), ou mesmo por agradecimento por uma benção alcançada, nós utilizamos o jejum para nos aproximarmos de Deus e conhecê-LO mais intimamente.

Nos tempos antigos, quando estávamos sobre o julgo da lei (antigo testamento), existiam duas formas de sacrifícios:

O Sacrifício Pacifico, através de jejuns e consagrações, o qual utilizamos ate hoje;e o O sacrifício de Sangue, através do derramamento de sangue de um animal. Normalmente era uma pomba, uma codorna, cordeiro, ovelha, bois, etc. para escolher qual animal dependeriam do tamanho da benção e da condição financeira de cada pessoa ou família. Com a finalidade de perdão dos pecados e agradecimento por bênçãos e livramentos concedidos por Deus.

Contudo, o sacrifício de sangue para os cristãos, cessou quando Deus enviou o seu filho, para que se sacrificasse por cada um de nós, e mesmo sendo inocente, aceitou a morte mais terrível da época, a mais humilhante, a morte de cruz. Jesus aceitou e carregou sobre si todos os nossos pecados, sendo Ele mesmo o nosso sacrifício, para que nunca mais tenhamos a necessidade de fazer sacrifícios com sangue, pois seu próprio sangue seria derramado na cruz dando a cada um de nos o direito de salvação e à vida eterna. É por isto que hoje, temos direito à vida eterna e de todas as bênçãos que Deus tem preparado para cada um de nós. Fruto de um sacrifício puro e santo do filho de Deus.

O período do jejum é indeterminado, podendo ser por um pequeno período ou por um grande período. O que importa não é sua extensão, mas suas características bíblicas e a sua sinceridade para evitar qualquer orgulho e hipocrisia. Para períodos extensos é necessária a ingestão de água para evitar desidratação. A maioria dos jejuns bíblicos era somente de alimento. O jejum de Jesus no deserto foi somente de alimento: Mt 4.2 (“teve fome”, não se menciona a sede).

Contudo, vale lembrar que a principal finalidade do jejum é para fortificar o espírito, pois a nossa luta não é com as coisas do mundo, mas com as espirituais. Isto é, o diabo veio com três objetivos: matar, roubar e destruir. E não medirá esforços para tirar toda a nossa alegria, nossa devoção, nossa fé e nossa vitória, a vida. Seu alvo é simples, ele quer nos fazer sofrer, desanimar e quando estivermos fracos, nos destruir.

Vejam que todos os suicidas estavam tristes e desesperançosos, sofriam uma agonia tremenda na alma, onde só sabiam sofrer e chorar. Nunca ouvi falar que alguém tentou suicídio por estar feliz, muito pelo contrario. E em Cristo somos mais do que vencedores, somos alegres guerreiros rumo à felicidade verdadeira e às conquistas das bênçãos.

É por isto que, muitas vezes nos depararmos com situações que têm a única finalidade de nos enfraquecer e nos entristecer (luta espiritual), e para vencermos esta fase de nossa vida, durante nossa caminhada, precisamos aprender como lutar, como nos fortalecer para sermos vitoriosos nas tribulações e tempestades que por ventura vierem nos assolar.

Os vencedores são aqueles que se aproximam de Deus, e para isto, é necessário demonstrar que estamos dispostos a sacrificar o que mais gostamos ou o que mais necessitamos em forma de sacrifício (jejum, oração e louvor). É necessário lembrar que Deus é bom e tudo que criou é bom. E que devemos demonstrar o quanto o amamos e o quanto estamos dispostos a sacrificar por Ele.

Imagine uma criança chorando, qual pai resiste? Ou uma criança com fome, qual pai resisti? Pois assim é nosso Deus. Quando jejuamos deixando de comer ou de fazer algo que gostamos muito, demonstramos ao Senhor que estamos dispostos a sacrificar o corpo e os desejos para alcançarmos a nossa benção.

É fato concreto que todo milagre é fruto de uma entrega. Toda benção e prosperidade é a recompensa do trabalho realizado. Sendo assim, quando sacrificamos nossa carne acabamos por fortalecer nossa alma, nos deixando mais perto do Senhor. Contudo não adianta apenas jejuar, é necessário orar, louvar e chorar aos pés do Senhor. E assim, a sinceridade de nosso coração, expressados no fundo de nossa alma (clamor e oração com sinceridade), para que possa tocar o coração de nosso amado Deus para olhar em nosso favor, Ele vê nosso coração e sonda nossa intenções, e sabe a hora certa de conceder a benção que buscamos.

Contudo as lutas virão, e tentarão nos desanimar e nos entristecer a todo momento. Mas saiba que muitos tentarão nos derrotar mas falharão, pois estaremos fortalecidos e ancorados em Cristo Jesus. E o tamanho de nossa entrega em consagração (Jejum, oração, bíblia e louvor) será de acordo com tamanho da necessidade, fazendo a seguinte pergunta, do que estou disposto abrir mão para ser abençoado?

Lutando contra nós muitos estão. Não apenas pessoas que nos desejam mal, o diabo, os vizinhos, colegas de trabalho ou a própria família. Mas também os vícios, a doença, as lutas, a preguiça e comodidade. Contudo maior é o que está em nós (JESUS) do que o que está com o mundo, isto porque a vitória é daqueles que estão em Cristo Jesus.

Você verá nitidamente no dia a dia a diferença que faz quando caminhamos em consagração. Pois nesta hora nos aproximamos de Deus, nos envolvemos em sua graça e com esta unção ao nosso lado, fica fácil passar por qualquer problema, tempestades ou furacões. Porque sentimos as mãos de Deus nos protegendo o tempo todo.

O que não podemos esquecer é a consagração com o coração limpo, orando no inicio e no final para a entrega, permanecendo em espírito de oração e clamando a Deus em espírito (na mente, sem palavras) pedindo a nossa benção. Além de deixar de comer, podemos também deixar de fazer algo que gostamos muito por um período de tempo. Podendo ser horas, dias ou meses, mas o importante é que deixemos de fazer algo que realmente gostamos, para demonstrar a Deus que estamos dispostos a sacrificar em seu nome, para recebermos a nossa benção. Como exemplo de jejum, podemos deixar de tomar refrigerante ou de comer chocolates. O mais importante é não deixar de orar, louvar e jejuar.

Amados, Deus é contigo, e espera uma decisão sua para abençoá-lo. E o jejum ira fortalecer sua alma e aproximá-lo de Deus, seja forte e vitorioso. Amém!

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

A PRESENÇA DE DEUS E SEU AGIR

Por esta imagem, sinceramente teria medo, na realidade, muito medo, de forma alguma enfrentaria e pediria misericórdia, pois à primeira vista, é uma tempestade, que avança para destruir o cais, o porto que temos como seguro.

A primeira sensação que tenho é de estar afogando mesmo antes de entrar nas águas, pois elas são temerárias, assustam por si só. Mas veja a calma do rapaz, a tranqüilidade, ele esta de frente, aguardando o momento certo de pegar a sua prancha de surfe e transformar esta grande onde em alegria e vitória. Ele não tem medo do que há de vir, mas confia em sua vitória.

Amados, os problemas certamente virão, e virá todos os dias, independente de sua gravidade ou sua extensão, o que é certo é que certamente eles virão. Eles vêm para todos, ricos ou pobres, crentes ou não crentes, pastor ou ovelha, com saúde ou doente, feliz ou triste. Mas a diferença em ser vencedor ou derrotado, está na postura que adotamos diante das dificuldades, pois será decisivo para nós e essa postura nos moverá para frente ou para trás.Temos que ter em mente que toda mudança vem com duas funções em nossa vida, independente do grau de dificuldade que ela nos proporciona. Ela poderá ser um degrau para subir ou um buraco para cair. E cabe a cada um de nós escolher o qual será o nosso caminho, e após a escolha, assumir as conseqüências, enfrentando com fé, dando as mãos ao Senhor e depos de tudo…colher os frutos.

Assim como o surfista, não temos que temer as tempestades e as dificuldades que se apontam no caminho. Porque em Cristo Jesus somos mais do que vencedores e o primeiro passo é colocar nossa vida em ordem, ver o que tem nos afastado da presença de Deus e de seu agir. Afastar da presença de Deus, é parar de procurá-lo, de buscar a sua presença e confiar em seus em si mesmo, não digo para ficar parado, mas lutar ao lado de um Deus que fez eu e você para sermos vencedores desde a criação dos tempos. Infelizmente muitas coisas vem em nosso caminho para nos afastar da sua presença. O que seria benção em nossa vida, o transformamos em empecilho. Podemos citar o namorado, a faculdade, o trabalho, os amigos, os desejos, a sexualidade, a obediência, a submissão, e tantas outras coisas…

Neste ponto, o primeiro passo rumo a vitória, é regressar aos braços do Pai, assim como na historia do filho prodigo, pois toda a casa se alegrará e festejará a volta do filho, que estava perdido, estava morto e reviveu. O segundo passo é estar no agir de Deus. Porque onde o homem colocar o dedo, Deus tira a mão.

Vejam esta segunda figura. O mar esta rodeado de tubarões, mas o homem se sente seguro no barco, com certeza ele esta em alto mar, enfrentando grandes dificuldades, sem água, sem amigos, sem saber para onde ir. Mas ele descansa, e em seguida rema, descansa e rema, até chegar ao destino que será a sua vitória. Ele sabe que sua situação é terrível, que poderá morrer a qualquer momento. Mas em tudo daí graças, deixe Deus no controle e faça o que esta na sua condição, neste caso reme, reme ate chegar ao destino, descanse no Senhor quando as forças lhe faltarem e reme em seguida. Planeje seu próximos passos em jejum e oração, porque se assim o fizer, certamente passará por esta tormenta, chegará na praia e novamente será um vencedor.

A todo momento vemos pessoas reclamando do dia a dia, nunca está bom, sempre há algo de errado ou algo que poderia melhorar. Porém eu sugiro uma mudança de atitude, que cada um de nós passemos a ver a vida com outros olhos, que passemos a fixar nossa atenção e nossos olhos nas boas coisas em nosso caminho. Desde o amanhecer, do sorriso da criança, de um abraço carinhoso, da oração, da comunhão com o Senhor até o nosso deitar. Para que, no decorrer dos dias tenhamos a certeza que realizamos tudo o que foi possível. Para que comamos do fruto do nosso suor, e se for um fruto da presença e do agir de Deus, certamente nos alimentaremos de boas coisas, começando com a alegria e a unção de Deus. Deixe Deus guiar os seus caminhos, e testemunhe as maravilhas que o Senhor fez, faz e fará em sua vida.

Autor: Gleidson Rocha

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

A esperança é a força da revitalização da vida

Existem momentos em que nos encontramos jogados ao chão, sem vida, sem expectativa, sem perspectivas, sem esperança, sem Deus, sem a possibilidade de uma mão para nos alcançar, e mesmo que não possamos ver uma saída imediata para nossos problemas e aflições, choramos por um coração, que tenha a sensibilidade e o amor necessário para nos tocar com carinho e segurar nossas mãos, chorando conosco e enxugando nossas lágrimas até que este momento difícil passe.

Precisamos de alguém, que em meio à escuridão que nos envolva, e tenha a capacidade de enxergar que ainda existe sangue, vivido e vermelho correndo em nosso corpo. Que somos bons e capazes de sermos felizes e de fazer alguém feliz… que somos mais do que um corpo, que temos uma alma que sangra por dentro, mas com sede de viver.

É neste momento que começamos a nos recuperar, que saímos do chão, ainda ressecados e machucados, com o coração ferido e ensangüentado, mas tentamos nos colocar de pé com as mãos que são erguidas em nosso favor, percebemos que não será fácil, e se conseguimos alguém para acreditar em nós, mesmo ainda sem esperança, começamos a caminhar… aos trancos e barrancos. De repente, os primeiros sorrisos começam a brotar, as flores e as pétalas já não estão tão secas, a vida começa a ter um novo colorido, e vemos nitidamente que as feridas do coração começam a cicatrizar. Vemos nitidamente que ainda há uma esperança e que as mãos estendidas nos seguram cada vez mais forte, cada vez mais firme, cada vez mais solidarias e motivadoras.

Mesmo assim, haverá momentos em que mesmo estando com o coração renovado, novamente buscando e obtendo o amor à vida e ao próximo, nos deparamos com um deserto frio, congelante, e mais uma vez nos sentimos sós. É neste momento em que olhamos para trás e percebemos que perdemos muitas pétalas no meio do caminho, deitamos novamente ao chão e perguntamos a Deus, onde estava o Senhor nos momentos em que mais precisava de Ti? Onde esta meu verdadeiro amor neste momento de solidão e de sofrimento? será que mereço passar por isto?

Assim, clamamos a Deus e pedimos para sumir de novo. Sabemos que não queremos voltar ao estado anterior, onde nos encontrávamos em trevas, pois percebemos que muito mais do que sangue em nossas veias, ainda há esperança. Contudo não queremos esperar, pois achamos que já sofremos demais e já é hora de recomeçar e de reviver lindo e floridamente.

Nesta hora eu te respondo: Aqui estão todas as suas pétalas que tenho colhido durante todos os dias em que te conheço. Tenho colhido uma após a outra, tenho tentado dar vida e um novo motivo para você crescer, e ser fonte de vida por onde quer que você ande. Digo que você deve olhar a cada pétala que tenho guardado. Veja como estão vivas e coloridas, macias e perfumadas, pois em você tenho encontrado virtudes e beleza onde não existe em nenhuma mulher do mundo.

E assim você começa a perceber como estão suas pétalas, percebe que esta restaurada e pronta para amar e ser amada, que a rosa em seu coração nunca foi tão florida, que é possível acreditar na felicidade e no amor. Que não é o que você tem nas mãos que te faz infeliz, mas sim se prender aos detalhes que te perseguem e em momentos que te deixam triste.

Perceba que para encontrar a verdadeira felicidade é necessário se reportar aos tempos de criança, e perceber que na inocência de um abraço pode estar todo calor e amor verdadeiro que te dá força a prosseguir, a caminhar, a ser feliz e a crescer. E assim como num passe de mágica, reencontrar a verdadeira mulher que estava por trás da rosa caída, despedaçada e sem esperança… e não apenas se tornar uma linda flor, mas num buque de rosas, lindo e magnífico, capaz de contaminar e levar vida por onde quer que passe.

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

Sonho: a semente que você deve plantar

Sonho é só um sonho se não temos atitudes para transformá-lo em realidade. É só um sonho se não temos garra e persistência para lutar e não desistir. É só um sonho se não temos fé, esperança e a firme convicção de que é possível. É só um sonho se não temos coragem e força para fazer acontecer. É só um sonho se não temos com quem compartilhar os tropeços durante o caminho e as vitórias colhidas na estrada. É só um sonho se não sabemos dar o devido valor e dividir o que se conquista. Sonho só é um sonho enquanto não se torna realidade.

Acredite, seu sonho compartilhado será motivo para felicidade de muitos, pois será fonte de inspiração por onde passar, para quem te conhece, quem te ama e a todos que torcem por você. Eu acredito muito em você, e em breve você dirá: Deus cumpriu o que prometeu em minha vida… valeu a pena perseverar.

Pois todo sonho é como a semente. Quando a vemos pela primeira vez não damos valor e a deixamos secar, depois essa semente cai em terra, sem muitas expectativas, e aos poucos começa a brotar. E como a semente, imaginamos como seria bom ver os sonhos dando frutos, imaginado como seria bom vê-los se realizarem. Não falo de utopia (sonho impossível) mas do que possa se tornar uma verdade em nossa vida. E como a semente, precisamos plantar, cuidar, cultivar sonhos até se tornarem uma àrvore e um dia dar maravilhosos frutos.“Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor, esse prevalecerá.” (Pv. 19.21)

Não desista, não pare de crer, os sonhos de Deus jamais vão morrer!

Para o sonho, precisamos ter um alvo, em seguida colocar num papel o que é preciso para alcançá-lo (estudo, curso, leitura) somar fé e esperança, planejar e colocar em prática. A semente em várias fases da vida precisará de adubos e cuidados, e os sonhos precisam dos amigos e da família, pessoas que incentivam e nos darão apoio… porque um dia, tanto a semente como o sonho serão àrvores e darão frutos. Plante sua sementes com fé. ” Quando o SENHOR restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o SENHOR tem feito por eles. Com efeito, grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres. Restaura, SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe. Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão.” Salmos 126. 1 ao 5

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

Apontar e julgar

” Porque, se nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados. Mas, quando julgados, somos disciplinados pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo.” I Coríntios 11.31 e 32

julagr

apontar e julgar

Paulo falou estas palavras porque o ser humano tem o costume julgar o próximo. Ao invés disso, deveria-se tentar entender o por que dele fazer tal coisa ou agir errado. Antes devemos olhar para dentro de nós, consertar os erros e defeitos e só depois emitir uma opinião acertiva ou um comentário que possa ajudar e não destruir.
Por isto, quando falamos de alguém, acabamos condenando pela imagem e não pelo que tem no coração. Então queridos, me ouçam, a virtude está em amar o próximo independente dos defeitos, entendê-lo e conviver com ele. Todos nós temos fraquezas e defeitos, mas para que haja uma mudança real, ela precisa acontecer de dentro para fora.
Entender e aceitar as imperfeições e falhas que eu tenho, e buscar corrigí-las. Só depois tentar ajudar o próximo, mas nunca tentar mudar as pessoas a nossa imagem e sim valorizar as qualidades do outro.

Autor: Gleidson Rocha

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.