O JEJUM

Na semana passada ouvi no rádio pela madrugada uma pregação cujo tema era: “ninguém jejua porque quer”.

No principio não concordei com o tema, pois temos o livre arbítrio para definir e escolher cada caminho a se seguir de acordo com os pontos onde os caminhos se cruzam à nossa frente e as opções se formam. onde temos que escolher por onde seguir. Mas o problema é que raramente as escolhas são fáceis, normalmente não é apenas escolher direita ou esquerda, pois podemos continuar indo à frente, recuar, descer, subir, direita ou esquerda. Contudo a única certeza que temos é que cada caminho leva à uma conseqüência diferente, isto é, cada uma das escolhas vem recheada em maior ou menor intensidade de bônus e ônus ( coisas boas e ruins). Ai vem a pergunta: o que é bom ou ruim para nós? Esta resposta deixarei para outra oportunidade e publicação.

Voltando ao tema do Jejum, sempre achamos que quando a dificuldade esta grande, ou quando não estamos agüentando a luta, ou quando nos deparamos diante de uma grande luta. É o momento em que nos propomos a realizar o jejum e clamar a misericórdia e a bênção divina para conseguirmos superar os obstáculos. Normalmente percebemos que o período de jejum vem acompanhado com as orações e clamores, tanto nossos quanto das pessoas de nossa confiança que pedimos para nos auxiliar em oração em favor de nossa causa.

Se você ao ler o parágrafo acima concordou comigo, lhe digo que você também esta parcialmente errado(a), assim como eu estava. Isto porque o jejum e as orações sempre vêm antes das lutas, algumas vezes somos despertados para orar ou mesmo a jejuar sem saber ao certo para que ou o por quê de sentirmos esta necessidade. É exatamente nos momentos que antecedem as lutas que o Espírito Santo de Deus nos desperta para interceder através de sacrifícios pacíficos (orações e jejuns) em favor de uma causa própria ou em favor de outra pessoa.

Com certeza você já passou pela experiência de ser despertado para orar por você ou para outra pessoa, de seu coração ser tocado para jejuar mesmo não sabendo o motivo; e quando menos se espera, alguém chega até você manifestando uma preocupação com você, com sua família ou com seu trabalho, mesmo sem saber o motivo Deus despertou esta pessoa para lutar ao seu lado.

E a pergunta que fazemos ou que nos fazem é:

– Esta tudo bem com você? Não sei o motivo, mas estou preocupado com você.

Mesmo que não saibamos no primeiro momento o motivo de sermos despertados para nos preparar espiritualmente, saiba que é nesta hora que o Espírito Santo nos incomodando positivamente para despertarmos nossa fé e fortalecimento espiritual. È neste momento em que somos informando, mesmo inconscientemente, que será necessário um fortalecimento espiritual maior que o habitual.

Deus é tão maravilhoso e tão bondoso conosco que nunca deixa de se preocupar e de mandar pessoas a intercederem por nós. Ele sempre cuida de nós.

Temos o maravilhoso dom do livre arbítrio para decidir entre o certo e o errado, contudo somos como crianças, e por não termos ciência do futuro, não sabemos das conseqüências e dificuldades que aparecerão em nosso caminho. Por isto necessitamos do Pai a cada instante de nossa vida para nos abençoar e para cuidar de cada um de nós. E por causa de seu amor de Pai, incondicional para comigo e para com você, que no intuito de nos informar e nos preparar para uma luta que esta à nossa frente e não somos capazes de perceber. Que Nosso Senhor e Salvador, que nos ama tanto, sempre nos prepara e envia seus anjos para juntos enfrentarmos as tormentas.

Portanto meus amados. Sempre que somos despertados para o jejum e as orações    (principalmente nas madrugadas), saiba que a luta que nos aguarda será muito difícil. E é por isto que o Espírito Santo nos avisa e nos alerta… E quando ouvir o chamado da intercessão pacífica, não perca tempo…

Desperte e se prepara para o que á de vir…

E quando chegar a tempestade, se lembre do texto sobre as “pegadas na areia”. Pois as lutas virão, mas as mãos do Senhor sempre estarão nos amparando em seu colo até que a tormenta passe.

Lembre-se:

Não há conquistas sem lutas, não há vitoria sem batalhas, e não há derrotas para os que estão firmados em Cristo Jesus.

Lembre-se sempre do Salmos Capítulo 124

1   Não fosse o SENHOR, que esteve ao nosso lado, Israel que o diga;
2   não fosse o SENHOR, que esteve ao nosso lado, quando os homens se levantaram contra nós,
3   e nos teriam engolido vivos, quando a sua ira se acendeu contra nós;
4   as águas nos teriam submergido, e sobre a nossa alma teria passado a torrente;
5   águas impetuosas teriam passado sobre a nossa alma.
6   Bendito o SENHOR, que não nos deu por presa aos dentes deles.
7   Salvou-se a nossa alma, como um pássaro do laço dos passarinheiros; quebrou-se o laço, e nós nos vimos livres.
8   O nosso socorro está em o nome do SENHOR, criador do céu e da terra.
Autor: Gleidson Rocha

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.