O QUE DEUS QUER COM VOCÊ

Deus não quer…
Não quer ser o ar que respira para não lhe faltar o fôlego
Não quer ser suas lágrimas, para não te fazer chorar
Não quer ser seu céu, para que você não caia
Não quer ser um sonho, para que você acorde.

Teu Deus quer estar ao teu lado e fazer parte do teu sorriso
No frio quer te aquecer
Na tristeza, quer enxugar suas lágrimas
Nas conquistas quer te aplaudir
Na angustia quer o te abraçar
No medo quer ser seu porto seguro
Na escuridão quer estar com a luz
No caminhar quer estar ao teu lado
Na insegurança quer segurar as suas mãos
Nos momentos de prazer, quer fazer parte da sua vida.

Teu Deus quer apenas Ser…
Um abraço para te proteger
Um ouvido para desabafar
Um colo para te consolar
Um ombro para colher suas lágrimas.
Alguém que te compreenda sem questionar
Que te ouça sem perguntar
Que te acolha e conforte sem perceber.

Sou teu Deus, e quero te amar e ser amado,
Ser feliz ao te fazer feliz,
Te completar e ser completado.
Ser o motivo do seu aplauso nas conquistas,
Dividir as dificuldades, lutas, tristezas, alegrias e vitórias nas batalhas.

Quero secar suas lágrimas e te tirar do deserto
Quero que a palavra solidão seja excluída de seu vocabulário.
Quero ser o seu porto seguro.
Quero nos momentos mais difíceis estar ao teu lado
Quero ser seu Pai, seu amigo e seu amado.
Quero simplesmente você, querido(a) e amado(a) filho(a) em quem me alegro e me regozijo.

SOU TEU DEUS E QUERO SIMPLESMENTE… VOCÊ FILHO(A) AMADO(A).

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

Anúncios

Restauração de um coração ferido

Muitos acham que é fácil se reerguer , que é só levantar a cabeça e caminhar, que basta afundar nas noitadas e gandaias para se alegrar. A verdade é que não é bem assim, somente quem já sofreu uma grande perda sabe como dói. Eu costumo dizer que para restaurar nossa vida e nosso coração é necessário se entregar de corpo e alma à Cristo, derramar nossas lágrimas e passar por 3 fases.

A primeira é aceitar o coração partido, tentar entender como chegou nesta situação, não se culpar, mas clamar por misericórdia a Deus e forças para cruzar o deserto.

A segunda é restituir e sanar as feridas deixadas, é esperar o tempo curar toda dor, toda tristeza e angústia. É o momento de sarar as cicatrizes e se preparar para um coração novo.

A terceira e última é tirar a casca e os curativos do ferimento, se reerguer para vida com um coração novo e restaurado, um coração que esteja pronto para a glória da segunda casa, onde o perdão reine, o amor de Cristo transborde e a vontade de viver sobressaia no sorriso.

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

A BENÇÃO DE DEUS REFLETE SOBRE VOCÊ

Esta noite, a lua estava maravilhosa, um presente de Deus para cada um de nós na escuridão da noite. Quase todos sabemos que a lua não tem luz propria, isto é, ela brilha porque reflete a luz do sol sobre a terra. É um presente de Deus para nós nas noites escuras em meio a trevas, a lua vem refletindo e nos mostrando o caminho que devemos andar, quando o dia amanhece, o sol chega, sua luz resplandece trazendo calor e vida sobre a terra.

Assim é a glória de Deus sobre nossa vidas, pois nos momentos de trevas e angústias, Deus reflete sua glória em nosso caminho, através de sonhos, palavras, louvores e envia seus anjos para nos mostrar o caminho que devemos andar, anunciando que a benção esta chegando. Assim como a lua ilumina as noites, a unção do Espirito Santo de Deus refrigera nossa alma, acalma nosso coração e nos dá forças para aguardar o amanhecer.

Mas ao contrário da lua, que não controla o momento de refletir a intensidade da luz sobre si, te digo que nós podemos controlar a intensidade que a luz divina terá sobre nossas vidas, através dos louvores, jejuns, oração, conselhos de sábios e da leitura da palavra de Deus. Pois nós sabemos que Deus habita nos louvores, os jejuns comovem e nos aproxima do coração de Deus, as orações nos permitem falar com Deus, os conselhos dos sábios são recados de Deus e a bíblia é Deus falando conosco.

É tão bom saber que não estamos sozinhos e que o dia esta quase amanhecendo e a glória de Deus nos iluminará e nos aquecerá, trazendo vida e vida em abudância. Lembrem-se Ele é tao amoroso que mesmo sabendo da necessidade de passarmos por uma dificuldade com nossos problemas (deserto, provas, dificuldades), Jesus reflete sua glória cuidando de cada um de nós, até que o dia amanheça e sejamos abençoados em pura glória e majestade.

“ o nosso socorro esta em o nome do Senhor que fez os céus e a terra” Salmos 124.8

uma noite explendorosa de lua cheia e um dia ensolarado com a gloria de Deus para você.

Autor: Gleidson Rocha

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

O QUE É O JEJUM ?

O que é o jejum? Para que serve? Por que temos que fazer? Quantas vezes estas perguntas martelam nossa cabeça, e confundem nosso entendimento? Diria que muitas vezes. Mas hoje falarei um pouquinho deste momento tão importante que fortifica nossa fé e nosso espírito.

Primeiramente, é necessário saber e entender que o jejum é uma das mais importantes armas (leitura da bíblia, oração, jejum e louvores) para nossas vitórias nas constantes lutas espirituais. E tem como finalidade o quebrantar nossos corações e o orgulho humano, e deve ser realizado em secreto (de preferência com sorriso no rosto); honrar a Deus; humilhar-se; e como período de preparação para as batalhas espirituais. O jejum é um aprendizado. 

Podendo ser:

JEJUM RITUAL: praticado regularmente, com objetivos ritualísticos, característica da lei e prática judaica e de outras religiões: Lv 16.29-31.

JEJUM ESPONTÂNEO é o que normalmente utilizamos: sempre acompanhado de orações, tendo somente objetivos especiais. Ele deve ser sempre secreto.

Desde os tempos remotos, muito antes do nascimento de Cristo, quando as pessoas necessitavam de uma grande benção, ou passam por grandes tribulações, ou por arrependimento (perdão), ou mesmo por agradecimento por uma benção alcançada, nós utilizamos o jejum para nos aproximarmos de Deus e conhecê-LO mais intimamente.

Nos tempos antigos, quando estávamos sobre o julgo da lei (antigo testamento), existiam duas formas de sacrifícios:

O Sacrifício Pacifico, através de jejuns e consagrações, o qual utilizamos ate hoje;e o O sacrifício de Sangue, através do derramamento de sangue de um animal. Normalmente era uma pomba, uma codorna, cordeiro, ovelha, bois, etc. para escolher qual animal dependeriam do tamanho da benção e da condição financeira de cada pessoa ou família. Com a finalidade de perdão dos pecados e agradecimento por bênçãos e livramentos concedidos por Deus.

Contudo, o sacrifício de sangue para os cristãos, cessou quando Deus enviou o seu filho, para que se sacrificasse por cada um de nós, e mesmo sendo inocente, aceitou a morte mais terrível da época, a mais humilhante, a morte de cruz. Jesus aceitou e carregou sobre si todos os nossos pecados, sendo Ele mesmo o nosso sacrifício, para que nunca mais tenhamos a necessidade de fazer sacrifícios com sangue, pois seu próprio sangue seria derramado na cruz dando a cada um de nos o direito de salvação e à vida eterna. É por isto que hoje, temos direito à vida eterna e de todas as bênçãos que Deus tem preparado para cada um de nós. Fruto de um sacrifício puro e santo do filho de Deus.

O período do jejum é indeterminado, podendo ser por um pequeno período ou por um grande período. O que importa não é sua extensão, mas suas características bíblicas e a sua sinceridade para evitar qualquer orgulho e hipocrisia. Para períodos extensos é necessária a ingestão de água para evitar desidratação. A maioria dos jejuns bíblicos era somente de alimento. O jejum de Jesus no deserto foi somente de alimento: Mt 4.2 (“teve fome”, não se menciona a sede).

Contudo, vale lembrar que a principal finalidade do jejum é para fortificar o espírito, pois a nossa luta não é com as coisas do mundo, mas com as espirituais. Isto é, o diabo veio com três objetivos: matar, roubar e destruir. E não medirá esforços para tirar toda a nossa alegria, nossa devoção, nossa fé e nossa vitória, a vida. Seu alvo é simples, ele quer nos fazer sofrer, desanimar e quando estivermos fracos, nos destruir.

Vejam que todos os suicidas estavam tristes e desesperançosos, sofriam uma agonia tremenda na alma, onde só sabiam sofrer e chorar. Nunca ouvi falar que alguém tentou suicídio por estar feliz, muito pelo contrario. E em Cristo somos mais do que vencedores, somos alegres guerreiros rumo à felicidade verdadeira e às conquistas das bênçãos.

É por isto que, muitas vezes nos depararmos com situações que têm a única finalidade de nos enfraquecer e nos entristecer (luta espiritual), e para vencermos esta fase de nossa vida, durante nossa caminhada, precisamos aprender como lutar, como nos fortalecer para sermos vitoriosos nas tribulações e tempestades que por ventura vierem nos assolar.

Os vencedores são aqueles que se aproximam de Deus, e para isto, é necessário demonstrar que estamos dispostos a sacrificar o que mais gostamos ou o que mais necessitamos em forma de sacrifício (jejum, oração e louvor). É necessário lembrar que Deus é bom e tudo que criou é bom. E que devemos demonstrar o quanto o amamos e o quanto estamos dispostos a sacrificar por Ele.

Imagine uma criança chorando, qual pai resiste? Ou uma criança com fome, qual pai resisti? Pois assim é nosso Deus. Quando jejuamos deixando de comer ou de fazer algo que gostamos muito, demonstramos ao Senhor que estamos dispostos a sacrificar o corpo e os desejos para alcançarmos a nossa benção.

É fato concreto que todo milagre é fruto de uma entrega. Toda benção e prosperidade é a recompensa do trabalho realizado. Sendo assim, quando sacrificamos nossa carne acabamos por fortalecer nossa alma, nos deixando mais perto do Senhor. Contudo não adianta apenas jejuar, é necessário orar, louvar e chorar aos pés do Senhor. E assim, a sinceridade de nosso coração, expressados no fundo de nossa alma (clamor e oração com sinceridade), para que possa tocar o coração de nosso amado Deus para olhar em nosso favor, Ele vê nosso coração e sonda nossa intenções, e sabe a hora certa de conceder a benção que buscamos.

Contudo as lutas virão, e tentarão nos desanimar e nos entristecer a todo momento. Mas saiba que muitos tentarão nos derrotar mas falharão, pois estaremos fortalecidos e ancorados em Cristo Jesus. E o tamanho de nossa entrega em consagração (Jejum, oração, bíblia e louvor) será de acordo com tamanho da necessidade, fazendo a seguinte pergunta, do que estou disposto abrir mão para ser abençoado?

Lutando contra nós muitos estão. Não apenas pessoas que nos desejam mal, o diabo, os vizinhos, colegas de trabalho ou a própria família. Mas também os vícios, a doença, as lutas, a preguiça e comodidade. Contudo maior é o que está em nós (JESUS) do que o que está com o mundo, isto porque a vitória é daqueles que estão em Cristo Jesus.

Você verá nitidamente no dia a dia a diferença que faz quando caminhamos em consagração. Pois nesta hora nos aproximamos de Deus, nos envolvemos em sua graça e com esta unção ao nosso lado, fica fácil passar por qualquer problema, tempestades ou furacões. Porque sentimos as mãos de Deus nos protegendo o tempo todo.

O que não podemos esquecer é a consagração com o coração limpo, orando no inicio e no final para a entrega, permanecendo em espírito de oração e clamando a Deus em espírito (na mente, sem palavras) pedindo a nossa benção. Além de deixar de comer, podemos também deixar de fazer algo que gostamos muito por um período de tempo. Podendo ser horas, dias ou meses, mas o importante é que deixemos de fazer algo que realmente gostamos, para demonstrar a Deus que estamos dispostos a sacrificar em seu nome, para recebermos a nossa benção. Como exemplo de jejum, podemos deixar de tomar refrigerante ou de comer chocolates. O mais importante é não deixar de orar, louvar e jejuar.

Amados, Deus é contigo, e espera uma decisão sua para abençoá-lo. E o jejum ira fortalecer sua alma e aproximá-lo de Deus, seja forte e vitorioso. Amém!

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

A PRESENÇA DE DEUS E SEU AGIR

Por esta imagem, sinceramente teria medo, na realidade, muito medo, de forma alguma enfrentaria e pediria misericórdia, pois à primeira vista, é uma tempestade, que avança para destruir o cais, o porto que temos como seguro.

A primeira sensação que tenho é de estar afogando mesmo antes de entrar nas águas, pois elas são temerárias, assustam por si só. Mas veja a calma do rapaz, a tranqüilidade, ele esta de frente, aguardando o momento certo de pegar a sua prancha de surfe e transformar esta grande onde em alegria e vitória. Ele não tem medo do que há de vir, mas confia em sua vitória.

Amados, os problemas certamente virão, e virá todos os dias, independente de sua gravidade ou sua extensão, o que é certo é que certamente eles virão. Eles vêm para todos, ricos ou pobres, crentes ou não crentes, pastor ou ovelha, com saúde ou doente, feliz ou triste. Mas a diferença em ser vencedor ou derrotado, está na postura que adotamos diante das dificuldades, pois será decisivo para nós e essa postura nos moverá para frente ou para trás.Temos que ter em mente que toda mudança vem com duas funções em nossa vida, independente do grau de dificuldade que ela nos proporciona. Ela poderá ser um degrau para subir ou um buraco para cair. E cabe a cada um de nós escolher o qual será o nosso caminho, e após a escolha, assumir as conseqüências, enfrentando com fé, dando as mãos ao Senhor e depos de tudo…colher os frutos.

Assim como o surfista, não temos que temer as tempestades e as dificuldades que se apontam no caminho. Porque em Cristo Jesus somos mais do que vencedores e o primeiro passo é colocar nossa vida em ordem, ver o que tem nos afastado da presença de Deus e de seu agir. Afastar da presença de Deus, é parar de procurá-lo, de buscar a sua presença e confiar em seus em si mesmo, não digo para ficar parado, mas lutar ao lado de um Deus que fez eu e você para sermos vencedores desde a criação dos tempos. Infelizmente muitas coisas vem em nosso caminho para nos afastar da sua presença. O que seria benção em nossa vida, o transformamos em empecilho. Podemos citar o namorado, a faculdade, o trabalho, os amigos, os desejos, a sexualidade, a obediência, a submissão, e tantas outras coisas…

Neste ponto, o primeiro passo rumo a vitória, é regressar aos braços do Pai, assim como na historia do filho prodigo, pois toda a casa se alegrará e festejará a volta do filho, que estava perdido, estava morto e reviveu. O segundo passo é estar no agir de Deus. Porque onde o homem colocar o dedo, Deus tira a mão.

Vejam esta segunda figura. O mar esta rodeado de tubarões, mas o homem se sente seguro no barco, com certeza ele esta em alto mar, enfrentando grandes dificuldades, sem água, sem amigos, sem saber para onde ir. Mas ele descansa, e em seguida rema, descansa e rema, até chegar ao destino que será a sua vitória. Ele sabe que sua situação é terrível, que poderá morrer a qualquer momento. Mas em tudo daí graças, deixe Deus no controle e faça o que esta na sua condição, neste caso reme, reme ate chegar ao destino, descanse no Senhor quando as forças lhe faltarem e reme em seguida. Planeje seu próximos passos em jejum e oração, porque se assim o fizer, certamente passará por esta tormenta, chegará na praia e novamente será um vencedor.

A todo momento vemos pessoas reclamando do dia a dia, nunca está bom, sempre há algo de errado ou algo que poderia melhorar. Porém eu sugiro uma mudança de atitude, que cada um de nós passemos a ver a vida com outros olhos, que passemos a fixar nossa atenção e nossos olhos nas boas coisas em nosso caminho. Desde o amanhecer, do sorriso da criança, de um abraço carinhoso, da oração, da comunhão com o Senhor até o nosso deitar. Para que, no decorrer dos dias tenhamos a certeza que realizamos tudo o que foi possível. Para que comamos do fruto do nosso suor, e se for um fruto da presença e do agir de Deus, certamente nos alimentaremos de boas coisas, começando com a alegria e a unção de Deus. Deixe Deus guiar os seus caminhos, e testemunhe as maravilhas que o Senhor fez, faz e fará em sua vida.

Autor: Gleidson Rocha

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

VOCÊ É MAIS DO QUE VENCEDOR

assim é o guerreiro q confia em Deus

Esta imagem eu a recebi de uma amiga, e ela me tocou profundamente, me fez meditar em cada uma das linhas e do contraste das cores. Me fez meditar em todos os ensinamentos que recebi por minha vida, tanto dos meus pais e familiares como da igreja, meditando na bíblia e na escola do primário à faculdade.

Quando eu observo esta imagem, eu vejo a minha vida passar em questão de segundos, vejo como sou feliz e vitorioso. Como Deus é cuidadoso comigo e tem me levado às vitórias dia após dia, mesmo que no caminho tenha tropeçado, que tenha caído, ou mesmo dado passos à trás, contudo, o importante é que no final, em Cristo Jesus sou mais do que vencedor. Porque o meu socorro esta em o nome do Senhor que fez os céus e a terra.

Vamos analisá-la em três partes.

A primeira é o homem, com os olhos vedados, ele sabe que esta a caminho da batalha, não quer ver o que esta na sua frente, porque confia em sua vitória, e ele dedicará corpo e alma nesta luta. Em uma das mãos ele carrega um escudo e na outra uma espada, que podermos dizer ser a palavra, os ensinamentos e a boca para proclamar as verdades e bênçãos recebidas de Deus em nosso caminho. Ele esta vestido com a armadura, a armadura espiritual de Deus descrita em Efésios 6: 10 ao 20. Veja em seu semblante que ele não teme o que há de vir, mas esta com sorriso e confiante, bradando um grito de vitória e de alívio, percebam que quem estiver à sua volta, não saberá o que ele diz, mas em seu coração o seu clamor é ouvido e traduzido, para que só ele e o Senhor saibam o significado. Seu semblante e sua postura nos passa a tranqüilidade de que é um guerreiro esplêndido e vitorioso, de que acredita em sua causa, que tem fé na vitória e que será vencedor.

A segunda é a sua montaria que é um leão, com sua armadura e sua boca aberta, possivelmente dando um grunhido que o faz ser reconhecido como rei da selva, onde todos os que o ouvem, temem, pois sabe que grandioso é o que fala à frente do cavaleiro. Se o compararmos como o leão da Tribo de Judá, Nosso Senhor, poderemos reportar ao Salmo 46 e 91. Pois fará tremer todos que estiverem à sua frente, o Senhor tem o poder de criar os céus e a terra, criou a mim e a você, expulsou os anjos maus dos altos céus, e anunciou a criação a vitória do homem na terra através do sacrifício de Jesus na cruz por amor, da queda humana até seu resgate de volta aos céus e ao paraíso, conforme a bíblia nos relata ( e eu creio). Desta forma, todos que estiverem à sua frente e que tentarem combater contra ELE e ouvirem a sua voz temerão e fugirão da presença do Leão.

E a terceira e ultima, é o fogo envolvendo o cavaleiro e sua montaria, que poderia ser interpretado de duas formas. A primeira sendo o calor da batalha, onde ele esta no meio da guerra, que mortos ficaram para trás, o fogo arde, a luta não termina, ao seu lado certamente haverá muitos caídos, tantos os que lutam pela mesma causa como os que batalham contra ele. Mas em seu semblante ele não liga, vedou seus olhos para confiar no Senhor dos Exércitos, em sua armadura, suas armas e sua montaria, e permanece de pé, lutando e vencendo. A segunda interpretação, pode ser a força que interage com ele, o fogo do Espírito Santo que o envolve, o unge e o consagra, porque ele abriu mão de lutar sozinho, passou a clamar e a orar em seu interior, a confiar no poder que tem, que o encobre e o capacita a ser um vencedor. E revestido de fogo e poder ele parte em frente, sem desistir, guerreando e vencendo com as armas que tem na certeza de que essas armas são poderosas em Deus.

Amados, em resumo, vejo nesta imagem nossa condição de merecedores de vitórias, vejo que não devemos desistir mas sermos perseverentes, nas batalhas é impossível sair ilesos, mas a nossa atitude é o que faz a diferença entre ser vencedor ou ser derrotado. Que devemos ter alegria e prazer no que fazemos, nos entregar com amor, de corpo e alma, e confiar em Deus que nos garante a nossa vitoria.

Vejam este guerreiro, ele esta no meio da batalha, mas para qualquer um que o ver vindo em sua direção, o temerá, porque ele acredita em suas vitória, e o mais importante, ele usa as armas de que dispõe. Ele é um vencedor. Assim como eu e você, podemos ser este guerreiro, usando nossas armas que é a fé, jejum, oração, louvor e a espada do Espirito que é a palavra (Bíblia) e deixar Deus agir.

Autor: Gleidson Rocha

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.