Quem nunca tomou um tombo?

quedaExiste um ditado popular que diz: “não importa quantos tombos eu leve, mas sim quantas vezes eu me levanto.” Ou “ o cair é do homem e o levantar é de Deus”.

Mas entre os momentos da queda e de se reerguer, existe uma etapa que em minha opinião é a mais difícil de todas, a etapa em que estamos caídos no chão. Normalmente sabemos quando nos deparamos com um degrau ou um buraco, pois às vezes sofremos por antecedências, aguardando a fatídica hora da queda, e quando acontece, ficamos até mais aliviados, porque a agonia da espera da queda acaba.

Neste momento iniciamos outra fase, a de firmar os pés e se reerguer. É o momento entre o cair e o levantar. É nesta hora que temos que reconhecer onde estamos e o por quê de chegarmos nesta situação. É a fase em que precisamos encontrar forças para não parar e seguir adiante.

Mas somente quem já esteve nesta situação sabe como é difícil. Já falei a respeito diso no texto “No fundo do poço?”.

lentarContudo, não importa o problema que você esteja passando, cada um de nós é capaz de dar a volta por cima, de levantar a cada tombo e seguir caminhando. De colocar para o lado pensamentos pessimistas e sentimento de derrota, que têem a única finalidade de desequilibrar nosso alvo, que é a felicidade, para nos encher de pensamentos equivocados e retorcidos, que nos forçam ao martírio e gestos de auto- piedade…

Hoje eu venho te dizer que você é muito mais forte do que imagina, que não pode ser detido(a) pelos problemas que te assolam, mas enfrentá-los de mente aberta, se apoiando pelas pessoas que te amam, se alimentando da fé, planejando os sonhos e construindo a realidade. Você nã está sozinho como imagina.

Saiba que a vitória não se resume a uma batalha, mas da somatória de todas as derrotas e conquistas. Porque nas derrotas, nos fazemos mais fortes e mais experientes e, nas vitórias percebemos que somos mais do que vencedores, alcançamos patamares muito além de nossa imaginação e pequena fé.

Nós, homens e mulheres, somos guerreiros por natureza. Iniciamos nossa batalha mesmo antes da concepção, seguimos lutando no útero de nossas mães, saímos para vida durante o parto, aprendemos a nos comunicar, primeiro com o choro e o sorriso, depois com a fala. Seguimos lutando e aprendendo andar, cair, levantar e trabalhar. E acima de tudo aprendemos como é bom conquistar. Enfim, aprendemos com as diversas situações que enfrentamos diariamente.

Por isto que digo: não desista nunca, pois no final, a sua vitória será verdadeira e real. Contudo não fique parado no meio do caminho, para não ser derrotado.
Lembre-se sempre: Discussões e brigas levam a lugar nenhum. Apenas machucam a quem gostamos, pois nas discussões, em momentos de tensão e raiva, as palavras acabam saindo como punhais cortantes e bem afiados e acabamos por ferir e machucar as pessoas que estão à nossa volta.

Em Mateus 7:25 esta escrito: “E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.”

E em II Timóteo 4:7 “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé”.

Autor: Gleidson Rocha
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

Anúncios

Uma resposta em “Quem nunca tomou um tombo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s