Sou responsável pelo meu destino

Eu sou o maior responsável pelo meu destino. Durante toda a minha vida ouvi inúmeros pedidos assim: “Ore por mim, estou na prova; ajude-me em oração, estou com um grande problema; já vai à igreja? Então se lembra de mim, não se esqueça de mim em suas orações…”

oração

sempre orar

Sempre ouvimos as pessoas transferirem suas responsabilidades para as outras, imaginando que “se não der certo foi por causa do conselho de fulano, ou porque o pastor não orou com fé e determinação”. Mas na realidade a responsabilidade primária é de cada um de nós. Se eu estou com problema, então tenho que ser o primeiro a orar e o primeiro a ir para a igreja, ou seja, devo “buscar primeiro o reino de Deus” para que as demais coisas sejam acrescidas na minha vida conforme a palavra do Senhor nos ensina em Mateus 6. 32 ao 34 ” (32) Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; (33) buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. (34) Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.”

Isto é, a cada dia temos novas situações que podem nos trazer uma nova surpresa ou retornar com os mesmos problemas ou dificuldades de ontem, que devem ser enfrentadas e tratadas passo a passo, até que sejam resolvidas de vez. Assim sendo, não adianta acabar com sua saúde se preocupando com o dia de amanhã se não puder fazer nada no dia de hoje para mudá-lo, pois há situações em que não temos o que fazer para resolver de imediato, mas apenas orar e depositar nossa confiança no Senhor; então deixar cada dia com seu próprio mal, significa dar um passo de cada vez, um dia após o outro. Mas para que as lutas sejam brandas e os problemas sejam facilmente resolvidos devemos orar sempre, depositar nossas orações no altar e aguardar o mover de Deus em nossas vidas, enfim deixar o Senhor tomar conhecimento de nossas necessidades e saná-las.

Contudo se o meu problema é muito grande, então serei o que mais ora e o que mais busca a Deus, além é claro de lutar e correr atrás dos recursos para conquistar minha vitória. Deus está ao nosso lado para nos dar o que necessitamos e o que nos fará feliz, mas a primeira atitude deve ser sempre minha.

oração já

oração intercessória

Nesse ponto você deve estar se perguntando: ‘Então não devo orar por quem me pede uma oração ou até mesmo eu não devo pedir auxílio de alguém quando eu estiver enfrentando lutas?’ Pelo contrário, com certeza você deve sim orar pela pessoa pois a Bíblia nos ensina a orar uns pelos outros. E só podemos auxiliar a quem quer auxílio, só podemos segurar as mãos de quem as estende para que outra pessoa possa segurar. Entretanto há momentos que não temos força nem mesmo para reagir, e é neste instante em que as orações em nosso favor (e vice-versa) fazem a diferença, pois nos dão força para recomeçar, levantar e voltar a lutar e a vencer.

clamor

de joelhos não se tropeça

Então encare isso como um alerta para você e para mim, ou seja, devemos lutar nossas batalhas, devemos ser sempre o principal guerreiro em nosso dia a dia e não somente deixar nas mãos de outras pessoas a responsabilidade da luta e a tomada de atitudes decisivas rumo a vitória. Medite em Tiago 5.16 ” Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo.” somado com I Timóteo 2.1 ao 3 ” Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranqüila e mansa, com toda piedade e respeito. Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador” Note que essa prática da oração de uns pelos outros agrada ao Senhor, isso é bom aos Seus olhos, e assim tenha certeza que Ele não deixará de lhe abençoar, seu esforço em oração será recompensado pelo Senhor.

Autor Gleidson Rocha em co-autoria com Elisária Castro
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s